❝ Você é uma pessoa segura até estar de TPM ou se apaixonar.
Não há romance

Gostaria mesmo de saber - como começar esse texto - o porquê de se apaixonar. Eita coisinha sem pé nem cabeça. Primeiramente, quero dizer que você tenha muito cuidado com seus pedidos e desejos. É que, em maioria, não sabemos o que pedir e, se por acaso, soubermos, não saberemos como fazê-lo, porque, queridx, há tantas interpretações. Eu sempre interpreto diferente da maioria, mas dentro do que seja possível. Por isso é preciso muito cuidado, principalmente se o pedido tende para “as coisas do coração”. 

Quem me conhece sabe como sou romântico e o quanto gostaria de viver um romance, uma paixão. Mas que coisa essa mania de querer amar e ser amado, não? Não bastaria só um ou só outro? Mas não, a gente sempre quer o pacote completo e, nossa - quão difícil é -, raramente vem. Pois então, eu pedi para me apaixonar. Me apaixonei por uma mulher bonita, intelectual, enérgica e com gostos parecidos. Ela gostou de mim também. Mas, no final das contas, não deu. Fiquei bem triste, mas superei. E passei um tempo esquecido dessa invenção de se apaixonar (eu nem acredito nesse termo, na verdade, mas deixo pra contar depois).

Passou um tempo, voltei a me envolver com pessoas casualmente. E, então, aconteceu: Eu simplesmente encontrei alguém que eu ainda não tinha enxergado, embora o tenha visto antes. Ele chegou tirando uma e eu só consegui pensar que ele e eu poderíamos nos dar muito bem. Não pensei em nada além. Foi breve nosso tempo. Mas, depois, eu me peguei querendo-o conhecer melhor. Demorou para nos revermos e, quando nos vimos, foi novamente às pressas. Mas a sensação de querê-lo por perto aumentou. Desencontramo-nos. Ele viajou para distante.

Eu passei algum tempo pensando em como contatá-lo. Consegui. O conheci melhor. Que pessoa incrível. Queria me jogar nele. Mais: Queria - tanto - que ele se jogasse em mim. Do fundo de meu coração eu o queria. Queria. Ah, como queria. Mas parecia não haver jeito disso. Eu queria poder pegar nele, de novo, mas, dessa vez, com bastante atenção a nossas peles se encostando. Queria poder abraçá-lo, de novo, devagar, por longo tempo, para poder cheirá-lo com tanta intensidade que poderia guardar seu cheiro na memória, no pulmão, no nariz. Achei que tanto querer, assim, deveria ser paixão, mas isso não me é algo normal. Por isso guardei em segredo, embora não parei um minuto de me entregar em todas as palavras trocadas com essa criatura incrível. - Clarice me permita o empréstimo de suas palavras que se passaram por esse parágrafo -

Acabei me viciando em sua pessoa. Não sei que merda é essa. É isso? Paixão? Passo mais de 24h por dia pensando nele. Se nos falamos, fico em paz; se não, perco o chão. Se ele flerta comigo, eu me sinto a pessoa mais feliz que conheço; se não, me sinto a pessoa mais desamada do mundo. Me peguei ciumento, amigx. Eu, que sempre critiquei ciúmes, se o vejo flertando com outro alguém, chego a chorar, literalmente. Isso é tão patético, que escolhi fugir - como se fugir fosse menos patético. Não me permito ser essa sacola instável e sentimental. Isso não pode ser saudável. É isso, mesmo? Paixão?

Mário

+
Dran
aewski:

. by neon.tambourine on Flickr.
scottlava:

“Miserable, darling, as usual, perfectly wretched.”
DOG WEEK: Day 1
Se Tu Quiser - Fofurando
+
charleskinbote:

got an instagram
watch me turn into a parody of myself
elisabethnicula:

Wiggly version of A Time and a Place! Haha.
❝ Tenho medo de me engasgar e morrer asfixiada com meu próprio ego qualquer dia desses.
ST